Boxe

Mike Tyson presta socorro a motociclista e boa ação vira notícia nos Estados Unidos

Ex-pugilista recebe cesta de frutas como prêmio da vítima, que apesar das diversas fraturas pelo corpo ainda teve tempo para pegar o celular e fazer uma foto do 'herói'
23/09/2014 13:17 - Atualizado em 23/09/2014 13:32
Por ahe!
RIO

Chesley, que ainda vai passar por uma cirurgia, mas já teve alta do hospital, pegou seu celular e fez uma foto do ‘herói’ Mike Tyson - DivulgaçãoRecentemente, Mike Tyson enfrentou mais uma polêmica em sua carreira ao xingar um apresentador de TV durante um programa ao vivo no Canadá. Mas, agora, o ex-boxeador realizou uma boa ação e virou notícia novamente. Na última terça-feira, Tyson passava pelas ruas de Las Vegas e presenciou um acidente entre um táxi e uma moto. Rapidamente, ele prestou socorro ao motociclista, que sofreu várias fraturas pelo corpo, e acabou ganhando uma cesta de frutas como prêmio.

Ryan Chesley, de 29 anos, estava pilotando sua moto na rodovia Interstate 15 quando foi cortado por um táxi e caiu. De acordo com o advogado da vítima, Chesley estava no chão quando olhou para cima e reconheceu Tyson, que gritava para que as pessoas não tocassem na vítima.

- Ele achou que estava alucinando. Achou que estava em algum outro mundo.

Veja mais: Floyd Mayweather 'tira onda' e posa ao lado de dois carros de luxo

Apesar das fraturas em diversas partes do corpo e o rompimento dos ligamentos do ombro, Chesley pegou seu celular e fez uma foto de Tyson. Alguns dias depois, o motociclista fez questão de agradecer, enviando uma cesta de frutas e um recado ao herói, que foi embora logo após a chegada dos paramédicos.

- Muito obrigado por cuidar de mim após meu acidente. Deve ser a coisa mais reconfortante do mundo ter Mike Tyson dizendo para as pessoas não me tocarem. Eu nunca poderei agradecer o suficiente.

Entre os principais problemas enfrentados na justiça, Mike Tyson foi condenado em 1992 por estuprar uma jovem de 18 anos em um hotel de Indianápolis, nos Estados Unidos. Na ocasião, ele ficou três anos preso. O ex-pugilista também foi condenado por agressão e posse de cocaína em 1999 e 2007, respectivamente.

Veja mais: Ainda internado, Maguila introduz o boxe no tratamento contra suas doenças


compartilhar no