Canoagem

Palco dos Jogos de Londres vira local de disputa por vaga para o Rio 2016

Atletas brasileiros já têm vagas garantidas por serem representantes do país-sede
15/09/2015 19:05 - Atualizado em 15/09/2015 19:05
Por ahe!
RIO

Ana Sátila vai representar o Brasil nas disputas de K1 e C1 feminino do Campeonato Mundial - DivulgaçãoEm 2012, o local foi palco das disputas da canoagem slalom no Jogos Olímpicos Londres. Agora, o lugar está reservado para os atletas de 61 países buscarem carimbar seus passaportes para o Rio 2016. Nesta quarta-feira, começa o maior evento do ano da modalidade, o Campeonato Mundial Sênior. Os canoístas brasileiros já têm vaga garantida por categoria (K1 Masculino e Feminino, C1 e C2 Masculino), por pertencerem ao país-sede dos Jogos, mas estarão com força total em Londres para fazer uma boa competição e sentir o nível técnico dos possíveis adversários que encontrarão competindo em casa no ano que vem.

- Nesse Mundial vamos buscar fazer o nosso melhor, vamos nos empenhar para tentar trazer bons resultados - disse Ana Sátila, atleta que vai competir no K1 e C1 feminino e já conhece bem o Lee Valley Water Stadium, onde estreou nos Jogos Olímpicos de 2012.

O Brasil contará com 11 atletas na disputa e a expectativa é conseguir avançar para as semifinais em todas as categorias. A edição do Mundial vai distribuir 15 vagas no K1 masculino e mais 15 na modalidade feminina, além de outras 12 no C1 Masculino e oito no C2 Masculino. No Mundial também haverá a disputa no C1 Feminino que ainda não é uma modalidade olímpica.

Com as vagas já garantidas nas categorias da canoagem slalom, os atletas brasileiros que irão participar do Rio 2016 serão conhecidos em março do ano que vem, em uma seletiva nacional. Antes dos Jogos, porém, ainda serão realizadas três etapas da Copa do Mundo e o competidor do país que conquistar a melhor colocação no ranking internacional depois dessas provas estará classificado.

Veja mais: Aos 19 anos, medalhista de bronze em mundial morre de câncer


compartilhar no